Meu pretinho!!!

NEGUIM





Hoje faz sete dias que você foi embora. Hoje faz sete dias que o mundo ficou mais triste e preto e branco. Hoje faz sete dias que uma dor tão profunda se fixou dentro do nosso peito, sete dias de um vazio, sete dias que te vejo em todos os lugares. Por um lado fico feliz por sentir essa dor insuportável no peito, por que é essa dor que me faz ter a certeza de que tudo foi real.
Você foi e é a parte mais feliz da nossa vida. Você não foi apenas o nosso  cachorrinho, você foi nosso amigo e professor.
Amigo porque era você que estava do meu lado, era você que enxugava com sua língua grande e gosmenta às minhas lágrimas. Era com você que eu dividia todas as minhas alegrias.
E professor porque foi você que me fez crescer e me tornar responsável. Foi você que me ensinou a amar sem querer e nem esperar nada em troca. Você me ensinou a ser tolerante e paciente. Você me fez parar de pensar em besteira. Você me ensinou, em sua curta vida, que os momentos bons passam tão rápido e cabe a nós encarar e viver a vida plenamente. E com leveza.
Eu só queria mais um dia, só mais uma chance de vê esses lindos olhos brilharem quando o papai chegar em casa, só mais uma vez ser acordada por você pulando em cima de mim e lambendo meu rosto. Só queria escutar você bravo comigo por não ter acordado quando você estava com frio e queria que eu te embrulhasse. So queria que você pulasse em mim e ficasse zangado por eu estar demorando a te dá a sua salsicha. Queria te segurar no colo e garantir que você não se machucaria ao olhar pela janela do carro.
Queria vê você mais uma vez tentando se equilibrar nas caixas de verduras que fica atrás do banco do papai no carro. Só queria te vê correndo pelo pasto atrás das vaquinhas ou te vendo fazer as galinhas correr desesperada com medo de ter suas penas arrancadas. Ou vê você mordendo nos rabinhos dos porcos, vê você latindo os cachorros do vizinho através da cerca.
Queria escutar os seus latidos, queria até limpar os seus cocôs e seus xixis. Lavar os seus paninhos e vê você vigiando e garantindo que ao secar eles voltariam pra você. Eu só queria te vê mostrando os dentinhos, como se estivesse sorrindo, pra que a mamãe e o papai não brigasse com você, quando você aprontava alguma coisa, só queria te beijar, sentir seu cheirinho, beijar na sua boquinha quando você escovava os dentes. Te enxugar e te esquentar do frio logo depois que você banhava. Vê você cuidando do seu elefantinho de pelúcia, vê você fazendo besteira (o papai sabe do que a mamãe tá falando).
A mamãe deixaria você até rasgar os meus livros ou suja-los com terra. Queria sentar e usar o computador na escrivaninha e te vê subir e deitar a cabecinha no meu colo. Eu daria tudo pra te ter de novo meu pretinho.
Muitos me dizem que essa dor vai passar e que logo arrumaremos um novo cachorrinho pra ficar no seu lugar. Só quero dizer que não, essa dor não vai passar e nem quero que isso aconteça. E que nenhum outro animalzinho irá te substituir, porque você era o meu filho. Você não saiu de mim, mas era o que eu sentia. E filho a gente não substituiu.
Foram 1460 dias, 35040 horas de amor e em 4 horas eu te perdi.
Nada do que eu disser ou escrever  vai ser digno de você meu pretinho. Saiba que você foi o cachorrinho mais amado do mundo e eu sei que você também nos amou muito. Sei que de alguma forma ainda vamos nos encontrar, nesse ou no outro plano. A mamãe e o papai vai te amar pra sempre e até além da vida.

11 comentários

  1. Sinto muito pela sua perda, Lilly. Não sei nem o que te dizer, mas espero que você conserve sempre as lembranças boas do seu bichinho, isso nunca morre <3

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol. Lembranças boas é so o que me restou!!!

      Excluir
  2. Aí gente que dor no coração. Sinto por sua perda Lilly. Palavras as vezes não cabem nesse momento por isso só posso dizer, que espero que você se apegue aos momentos felizes com seu cachorro e sempre se lembre dos bons momentos.

    ResponderExcluir
  3. Que triste Lily :/ é muito ruim esse sentimento, sentimos que eles fazem parte da nossa família , é o mesmo que perder um parente :/

    Que Deus conforte o seu coração <3

    Beijos
    Jéss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess! Ele era da minha família, foi o único amigo sincero que tive! Muito obrigada!

      Excluir
  4. Poxa, eu imagino o quão difícil foi pra você, nos apegamos tanto que mds :(
    Melhoras viu, pensa sempre nas coisas incríveis que passaram juntos!

    ResponderExcluir
  5. Nossa Lily imagino quão difícil esteja sendo pra você, mais lembrem-se dos momentos bons que vocês passaram juntos e de como você o fez feliz.. sabe porquê eles não são eternos, pq já nascem sabendo amar o que levamos a vida toda para aprender, e muitas vezes nem chegamos perto!
    Forças <3
    Beijos
    leitoresjardimliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sinto muito Lily, nunca tive um animalzinho que fosse apegada mas imagino que deva doer bastante. Força!
    Beijinhos da Fran
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, fiquei com vontade de chorar. Eu também tenho meu "Preto" :c e muita gente estranha porque eu chamo ele de filho às vezes... mas eles são nossos filhos né? Cuidamos como mães: limpamos, damos comida e até dormimos com eles. Ensinamos a fazer as coisas no lugar certo e brigamos. E tem o amor. Eu me vi nesse texto completamente, eu era muito irritada e ele me tornou uma pessoa melhor. Mesmo quando queria comer meu cabelo e embaraçava tudo kkkk doeu em mim seu texto porque eu não imagino como vou lidar se ele ir algum dia. Bem profundo. Sinto muito. E ninguém vai substituir ele. Mas escrever sobre ele é muito especial. De verdade, amei.

    Beijão e fica bem... ou tenta! :(
    blogcomv.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Entendo sua dor e espero que consiga supera-la. Perdi meu cachorro quando ainda era uma criança e desde então não consegui mais sentir uma conexão com nenhum outro. É uma dor estranha, que ninguém entende, mas a gente sabe como dói. Espero que fique bem!

    ResponderExcluir